top of page

AMULETO DE PROTEÇÃO - CORRENTE 322


exemplo de saco mojo

N'ssala Malekun


Este ritual foi desenvolvido pelo Rev. Pedro Areas, nele são encontrados fundamento Vodu, Hoodoo, Rotwoork e Palo Kimbiza. Não brinque com este ritual. É um dos mais perigosos de todos. Os mistérios (Nfumbes e Ndokis) invocados aqui não se misturam bem. Eles não gostam uns dos outros, mas quando são forçados a trabalhar juntos, estão sempre dispostos a encontrar uma saída. As regras são simples, qualquer pessoa que não as siga está insultando grandemente os mistérios. Esses mistérios esperam que trabalhemos juntos e se você for arrogante o suficiente para não seguir as regras, eles lhe trarão grande sofrimento e dificuldade. Então, não brinque com os mistérios. Eles sempre vencerão.


Material


  • Arruda;

  • Guiné;

  • Alecrim;

  • Comigo-ninguém-pode;

  • Espada de São Jorge;

  • Manjericão;

  • Pimenta caiena;

  • Pimenta malagueta;

  • Pó de osso (humano ou animal);

  • 3 velas Vermelhas de 7 dias;

  • Charuto;

  • Cachaça;

  • Saco em tecido preto;

  • Fita vermelha;

  • Papel pergaminho;

  • Sigilo de proteção;

  • Lápis;

  • Agulha e linha preta.


Modo de preparo


  1. Escreva com o lápis as orações no papel-pergaminho conforme abaixo, em seguida corte no tamanho suficiente para caber na bolsa preta, enrole como se estivesse fazendo um canudo, amarre com a fita vermelha dando 9 nós pronunciando (Allahu Akbar), após isso coloque dentro só saco;

  2. Agora acrescente dentro do saco o sigilo abaixo, em seguida a Arruda, Guiné, Alecrim, Comigo-ninguém-pode, Espada de São Jorge, Manjericão, Pimenta Caiena, Pimenta Malagueta e o Pó de osso;

  3. Após isso, costure o saco com linha preta e o posicione na direção Leste sobre seu altar, posicione na frente do saco a vela, um copo com água, a garrafa de cachaça e o charuto;

  4. Durante 21 dias será realizada todas as orações descritas abaixo durante 5 vezes ao dia;

  5. Antes de realizar qualquer oração deve-se fazer a ablução e a cada vez que fizer a oração, sempre depois de rezar a primeira e a última oração, deve-se colocar cachaça na boca, bochechar e assoprar sobre o saco, isso deve ser feito por 9 vezes a cada oração, assopre também fumaça de tabaco, colocando a parte da brasa para dentro da boca;

  6. Quando uma vela estiver terminando, coloque outra até finalizar os 21 dias;

  7. Após o término dos 21 dias, jogue a água pelo seu portão para a direção Leste, antes do sol nascer;

  8. Não deixe que nenhum curioso toque em seu amuleto;

  9. Ele pode ser colocado em seu comércio, enterrado em um vaso de plantas ou colocado em casa, usado no pescoço como acessório, etc.


Ritual de Ablução


(1) Você deve ter a intenção de purificar-se de um estado de impureza ritual. Isso significa que você deve trazer à mente que está realizando esta ablução para entrar em um estado de pureza ritual. Essa intenção está no coração e não deve ser expressa.


(2) Comece com o nome de Deus, dizendo ‘Bismillaah‘.


(3) Em seguida, lave as mãos três vezes cada. Você deve sempre começar com o lado direito sempre que lavar as partes do corpo.


(4) Enxágue a boca três vezes, girando a água dentro da boca (gargarejo) e enxágue o nariz três vezes, inalando um pouco de água pelas narinas e soprando a água. Use a mão esquerda para remover a água do nariz.


(5) Lave o rosto três vezes, da linha do cabelo ao maxilar e queixo, e de orelha a orelha. O homem deve molhar o cabelo da barba porque faz parte do rosto. Se sua barba é volumosa, ele tem que lavá-la por dentro e por fora, e se for curta e cobrir a pele, basta lavar a superfície e passar os dedos molhados por ela.


(6) Em seguida, você deve lavar as mãos e os braços até os cotovelos três vezes, começando pela ponta dos dedos, incluindo as unhas, incluindo os cotovelos. É essencial remover qualquer coisa grudada nas mãos antes de lavá-las, como massa, lama ou tinta, esmalte e qualquer coisa que possa impedir que a água alcance a pele.


(7) Em seguida, com água doce, limpe a cabeça e as orelhas uma vez, não a água que sobrou da lavagem dos braços. A maneira de limpar a cabeça é colocando as mãos molhadas na frente da cabeça e passando-as sobre o cabelo / cabeça até chegar à nuca e, em seguida, trazê-las de volta ao lugar onde você começou. Em seguida, coloque os dedos indicadores nas orelhas e limpe a parte de trás das orelhas com os polegares. Com relação aos cabelos longos, sejam soltos ou trançados, não é necessário lavar todo o seu comprimento, mas passar as mãos da frente da cabeça para as costas, como descrito acima.


(8) Em seguida, você deve lavar os pés três vezes, da ponta dos dedos até os tornozelos.


(9) Você deve manter a ordem correta ao lavar as partes do corpo, e fazê-lo em sucessão, sem fazer uma longa pausa entre cada parte do corpo.


Aquelas partes do corpo que mencionei para lavar três vezes podem ser lavadas duas ou apenas uma vez, mas aquelas que mencionamos para limpar uma vez (a cabeça e as orelhas), só podemos limpar uma vez e não mais.


Horário das Orações


Os Paleros devem realizar as cinco orações diárias no seguinte horário:


  • 5:00

  • 12:00

  • 15:00

  • 18:00

  • 23:00


Muitos estão trabalhando ou exercendo funções específicas no dia a dia, os Paleros podem realizar estas orações em qualquer local, desde que este seja um local limpo. É obrigatório virar-se no sentido Leste para realizar as orações e firmar o pensamento no saco mojo.


Al-Fatiha


  1. Em nome de Deus, o Clemente, o Misericordioso.

  2. Louvado seja Deus, Senhor do Universo,

  3. Clemente, o Misericordioso,

  4. Soberano do Dia do Juízo.

  5. Só a Ti adoramos e só de Ti imploramos ajuda!

  6. Guia-nos à senda reta,

  7. À senda dos que agraciaste, não à dos abominados, nem à dos extraviados.


Al-Falaq


  1. Diga: Amparo-me no Senhor da alvorada

  2. Do mal das criaturas por Ele criadas,

  3. E do mal da noite cuja escuridão tomou conta de tudo

  4. E do mal das Feiticeiras que assopram o nó

  5. E do mal do invejoso quando inveja.

Al-Nas


  1. Diga: Amparo-me no senhor dos humanos

  2. Rei dos humanos,

  3. Deus dos humanos,

  4. Do mal do sussurro daquele que se oculta,

  5. Que sussurra no peito dos humanos,

  6. De entre os gênios e humanos.


Salmo 55


  1. Inclina, ó Deus, os teus ouvidos à minha oração e não te escondas da minha súplica.

  2. Atende-me e ouve-me; lamento-me e rujo,

  3. Por causa do clamor do inimigo e da opressão do ímpio; pois lançam sobre mim iniquidade e com furor me aborrecem.

  4. O meu coração está dorido dentro de mim, e terrores de morte sobre mim caíram.

  5. Temor e tremor me sobrevêm; e o horror me cobriu.

  6. Pelo que disse: Ah! Quem me dera asas como de pomba! Voaria e estaria em descanso.

  7. Eis que fugiria para longe e pernoitaria no deserto. (Selá)

  8. Apressar-me-ia a escapar da fúria do vento e da tempestade.

  9. Despedaça, Senhor, e divide a sua língua, pois tenho visto violência e contenda na cidade.

  10. De dia e de noite andam ao redor dela, sobre os seus muros; iniquidade e malícia estão no meio dela.

  11. Maldade há lá dentro; astúcia e engano não se apartam das suas ruas.

  12. Pois não era um inimigo que me afrontava; então, eu o teria suportado; nem era o que me aborrecia que se engrandecia contra mim, porque dele me teria escondido,

  13. Mas eras tu, homem meu igual, meu guia e meu íntimo amigo.

  14. Praticávamos juntos suavemente, e íamos com a multidão à Casa de Deus.

  15. A morte os assalte, e vivos os engula a terra; porque há maldade nas suas habitações e no seu próprio interior.

  16. Mas eu invocarei a Deus, e o Senhor me salvará.

  17. De tarde, e de manhã, e ao meio-dia, orarei; e clamarei, e ele ouvirá a minha voz.

  18. Livrou em paz a minha alma da guerra que me moviam; pois eram muitos contra mim.

  19. Deus ouvirá; e os afligirá aquele que preside desde a antiguidade (Selá), porque não há neles nenhuma mudança, e tampouco temem a Deus.

  20. Puseram suas mãos nos que tinham paz com ele; romperam a sua aliança.

  21. A sua boca era mais macia do que a manteiga, mas no seu coração, guerra; as suas palavras eram mais brandas do que o azeite; todavia, eram espadas nuas.

  22. Lança o teu cuidado sobre o Senhor, e ele te susterá; nunca permitirá que o justo seja abalado.

  23. Mas tu, ó Deus, os farás descer ao poço da perdição; homens de sangue e de fraude não viverão metade dos seus dias; mas eu em ti confiarei.


Sigilo de proteção


Esta assinatura é para proteção pessoal. Absolutamente simplesmente, expulsa o mal, pensamentos malévolos, intenções malignas, espíritos malignos e assim por diante. Esta assinatura é para uso em casa ou no local de negócios. Em casa, protege a todos enquanto estiverem dentro dela. Em um negócio, protege os interesses de seu proprietário no local de trabalho. Se alguém possuir uma cadeia de negócios, uma assinatura separada deve ser colocada em cada local para que cada filial esteja protegida. Nem velas, nem rum são necessários para este ritual. Isso é um acessório permanente. Deve ser feito em uma placa de madeira com tinta branca, de último caso faça com tinta branca em um papel-pergaminho. Escreva o nome do seu negócio ou seu nome no retângulo.



sigilo de proteção

11 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

댓글


bottom of page