top of page

Gênesis Qayinita - Capítulo IV: Eva é Criada


Gênesis Qayinita - Capítulo IV: Eva é Criada

Capítulo IV: Eva é Criada


  1. O demiurgo decidiu criar uma nova fêmea e disse a Adam que desta vez ele pegaria o elemento central e a essência da criação do próprio lado de Adam, em vez da porção de barro que havia sido colocada em rebelião.

  2. Ele disse a Adão que de seu lado tiraria uma costela para formar uma bela mulher para ele, Adão se alegrou com sua ignorância e louvou o Criador e foi então que o colocou em estado de sono profundo, no qual as duas partes de ele poderia ser separado da carne, sangue e ossos de Adão.

  3. O Demiurgo criou a carne, o sangue e os ossos dessa terceira fêmea e como elemento para dar vida a essa nova criação, extraiu o que identificou como a essência da fêmea, que na verdade era a parte que carregava o oculto, o espiritual – Chama despertada e aprisionada dentro de Adão.

  4. O sopro de vida que estava preso foi transferido para o novo ser, e seus poderes divinos o trouxeram à vida e o tornaram belo. Adam acordou para ver esta mulher parada na frente dele.

  5. Em seu estado completamente sem espírito e não fazendo nada além de estar apaixonado por ela, ele foi atraído pela carne espirituosa que estava diante dele e louvou seu deus, o Demiurgo.

  6. O Demiurgo ordenou que Adão nomeasse sua esposa e Adão a nomeou Hawwah/Eva.

  7. Portanto, Eva se tornou a portadora da chama espiritual, enquanto Adão foi deixado como uma espécie de golem sem espírito.

  8. O espírito dentro de Eva refletia o lado Caído da Luz da Divindade Desconhecida e Imanifesta, dando a ela o nimbo e a beleza de uma deusa.

  9. Esta beleza divina brilhante dentro da escuridão do corpo de Eva era a Luz do Espírito que acenou para as duas partes polares das mais altas manifestações divinas do Outro Lado; Satanás e Lilith, motivados por isso, causaram sua intrusão nos confins do Jardim do Éden.

  10. Satanás e Lilith tinham amor por aquele Espírito aprisionado, que continha partes de suas essências dentro da esfera Noturna de Vênus e junto as sementes coletadas dessa esfera seus próprios fragmentos de espírito, ambos emanados através de suas luzes sem sombras no jardim do Demiurgo e tomaram posse dentro do corpo da serpente, que eles consideravam o hospedeiro mais digno de sua manifestação.

  11. Os dois raios de luz negra do outro lado brilharam, assim como Um dentro da Serpente Astuta e essa Serpente se tornou o veículo para os Despertadores do Espírito, os Acusadores e Adversários do Demiurgo, essas manifestações ficaram conhecidas como Sataninsam, sendo o avatar de Samael e Lilith que se uniram através da forma da Serpente duplamente astuta e dupla face para despertar e liberar o sopro divino, aquele Pneuma, dentro de Eva, a serpente Sataninsam aproximou-se dela e ofereceu-lhe o proibido Fruto do conhecimento, crescendo em uma certa árvore poderosa cujas raízes se conectavam à fonte de toda Sabedoria.

  12. O Demiurgo havia proibido Adão e Eva de comer, sendo este alimento para o Espírito, mas que poderia dar a morte às suas próprias ilusões e falsidades.

  13. A Serpente disse a Eva para comer desta Árvore Proibida, em vez dos frutos da Árvore da Vida e da Mentira, pois ela só dava os Frutos do Engano e da Restrição, com os quais o demiurgo alimentou Adão e Eva.

  14. A serpente prometeu a Eva que se ela comesse do fruto do conhecimento, seus olhos se abririam para a verdade, ela e Adão conheceriam a divindade e a diferença entre o que é bom e o que é verdadeiramente mau.

  15. O Espírito dentro de Eva foi despertado pelas Palavras da Serpente e concedeu a ela a vontade e a coragem de comer da Árvore Proibida do Conhecimento.

  16. Eva, em sua bondade, contou a Adão sobre as instruções da Serpente e esperava que os frutos da Árvore também despertassem nele uma Chama, tal como ela podia sentir dentro de si, pois como Adão, havia pouca diferença entre ele e os demais dos animais que os rodeavam no jardim.

  17. A princípio, Adam relutou em quebrar as leis do Demiurgo, mas devido à sua própria natureza submissa e vontade de agradar a Eva, ele acabou sendo convencido a comer da Árvore do Conhecimento também.

  18. Eva comeu primeiro da Árvore e a Luz Divina da Verdade dentro do fruto adicionou poder à Chama do Espírito dentro dela e seus olhos foram abertos para as imperfeições de sua própria existência, as limitações de sua vida, criação e a verdadeira natureza do Demiurgo.

  19. Então ela deu a Adão para comer de um dos frutos daquela Árvore Sagrada do Conhecimento, porque Adão só possuía uma alma e não mantinha nenhum Espírito, o conhecimento transmitido a ele era o de sua própria nudez e falta de substância espiritual. Esse conhecimento entristeceu, além de envergonhar e enfurecer Adam.

  20. O Sataninsam, enrolado em torno da Árvore, viu tudo isso e soube que era bom, pois o fruto do conhecimento havia fornecido a verdadeira nutrição e despertar que a serpente sabia que também haveria outros portadores de luz com dons com os quais eles poderiam prevalecer.

  21. Assim, a serpente de dupla face consolou e embalou Adão para dormir com sua única face, sendo a da irresistível Lilith, e com a outra face, pertencente ao resplandecente Satanás/Samael além disso, apresentou e seduziu Adão Eva para os caminhos do Espírito.

  22. Eva amou a serpente pelo presente que ela lhe deu e a serpente injetou sua Luz Negra em seu ventre.

  23. Assim, espiritualmente, o homem teria a essência de Satanás - Samael e a essência espiritual feminina de Taninsam - Lilith. Eva foi impregnada com a Semente Acósmica do Fogo.

  24. Os poderes concedidos a Eva pelo Fogo e pela Luz Espiritual foram injetados nela pela Serpente, que despertou plenamente para sua própria essência pneumática e através deste ato salvífico de intrusão no Azoth / o Elemento – Espírito, escondido e aprisionado dentro de sua concha material expandida, e que aumentou à medida que a Semente Ígnea da Serpente germinou em Eva e seu Azoth se fortaleceu, o Espírito desperto e fortalecido dentro dela se tornou em essência como uma Chama de Luz Negra, buscando se misturar com a semente Ardente, com a qual agora estava completamente harmoniosa, para escapar e romper as prisões do corpo de barro com que fora encapsulada pelo ignorante Demiurgo.

  25. A Semente de Luz da Serpente, que havia tomado forma e essência, refletia a duplicidade do Astuto Sataninsam, que cresceu dentro de Eva, e que veio a ser submersa na Chama do Espírito retida dentro dela e devido à transmutação causada pelo Atazótico e Empoderamento Espiritual.

  26. Além disso, o ovo contende a chama do espírito quebrou dentro de Eva, derramando-se e dividindo-se em duas partes iguais.

  27. Chamas espirituais negras transbordaram para o vaso quebrado e dividido dentro de Eva, assumindo a forma de um par de gêmeos masculinos e femininos.

  28. Uma é a metade do Fogo Pneumático que se instalou no feto masculino e a outra metade colocada no feminino.

  29. Assim, o pneuma, uma vez caído e depois aprisionado pelo Demiurgo, aumentou em poder, tornando-se uma Chama Espiritual negra alinhada à Causa da Luz de Sitra Ahra e quebrando suas correntes ao se tornar algo dividido nas Chamas Gêmeas de Sataninsam para escapar delas seus confins e retornando à Plenitude que tanto almejava.

  30. Os Espíritos Conjuntos de Satanás e Taninsam naquela época deixaram o corpo da Serpente que eles habitavam, seu trabalho agora feito, e se retiraram para sua fonte no lado noturno.

  31. A partir disso, no futuro, a Serpente tornou-se o mais abençoado e amaldiçoado entre todos os animais, permanecendo um símbolo vivo do Rei e Rainha do Sitra Ahra.

  32. Adão acordou sob a Árvore do Conhecimento, lembrando-se de sua própria nudez espiritual e chorando, vendo Eva orgulhosa e irradiando sua luz espiritual.

  33. O Demiurgo ouviu os gritos de Adão e fixou os olhos na luminosa Eva e soube que eles haviam comido da Árvore Proibida.

  34. O Demiurgo ficou enfurecido, ambos em seus corações, eles podiam ver o desprezo do Demiurgo por sua criação, perdendo sua admiração e respeito. Daquela criação para a qual o Demiurgo havia visto satisfação antes, ele sentiu um forte desejo de realização, acima e além da queda de sua criação.

  35. Portanto, ele os forçou a beber da noite do esquecimento, que fluiu além de sua maldita Árvore da Vida e Mentiras, e com sua própria escuridão de ignorância com a qual ele cegou seus olhos para o que eles tinham visto.

  36. Ele baniu Adão e a grávida Eva de seu chamado Jardim do Paraíso e os lançou no mundo amaldiçoado, que era a esfera mais baixa de sua própria criação caída, e lá os condenou a uma vida de trabalho, dor, miséria e sofrimento material, preocupações, para que nem eles nem seus descendentes jamais tenham a chance de descobrir suas próprias imperfeições e, em vez disso, sejam forçados a implorar eternamente a ele, como o único Deus verdadeiro, por misericórdia e salvação.

  37. Através deste ato tirânico e maligno para a humanidade, o Demiurgo foi forçado a colocar correntes opressivas no destino, prendendo os planetas e estrelas que eram guardados pelos Governantes cósmicos designados pelo Demiurgo.

  38. Assim, Adão e Eva entraram em um mundo sombrio de elementos terrenos, esquecendo-se do que haviam percebido por si mesmos, a verdade sobre seu criador e escravizador.

  39. Mas, enquanto os sentidos finitos de Adão e Eva foram afligidos com o mal pelo feitiço do Demiurgo, o Espírito dual e o Poder dentro de Eva que ele continha ascenderam à sua própria chama pneumática, suportando a memória da Verdade.

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page